Métodos usados para medição de ondas no surf?

Os surfistas têm formas diferentes de medição de ondas. Mas existem três abordagens principais que eles seguem: o método Bascom, a escala da face e a escala havaiana. A seguir, confira como funciona cada um deles.

Método Bascom

O Método Bascom foi desenvolvido pelo cientista Willard Newell Bascom. Ele é amplamente usado, sendo considerado simples e eficiente. A medição é feita levando em conta a distância entre a linha do mar e o topo da onda.

Assim, a linha do horizonte e o ponto mais alto da onda devem ser considerados. Para colocar o método Bascom em prática basta o surfista na praia manter os olhos alinhados com a crista da onda e o horizonte.

Ele então mede a onda daquele ponto até o nível médio do mar. No entanto, essa medição deve ser realizada em pés (1 pé equivale a 30,48 cm). Existe um software chamado SIMI Motion Twin que é específico para a medição de ondas.

Nele há recursos de sincronização de imagens de uma variedade de ângulos e distâncias. Além disso, você pode usar a medida da prancha como escala para calcular a altura da onda.

Escala Havaiana

Os havaianos viam as coisas de forma diferente. Eles eram conhecidos por medir suas ondas de costas, cortando efetivamente pela metade a altura determinada das ondas que haviam surfado.

Na escala havaiana é considerada a medida da base até o topo vista pela parte de trás da onda. Por exemplo, dois pés na medida habitual tornam-se um pé no método havaiano.

Na visão deles, o método Bascom estava cheio de bravatas exageradas. Entretanto, a escala de ondas havaianas tem algumas desvantagens:

  1. É difícil medir ondas pequenas;
  2. A medição não pode ser confirmada da praia;
  3. Baseia-se em variáveis ​​emocionais como coragem;
  4. Não mede toda a parede da onda em que surfam;
  5. Não se aplica a ondas grandes.

Escala da face

Por fim, há uma terceira opção. Trata-se da escala da face de onda surfável (Surfable Wave Face). Esta abordagem é baseada na área da onda que realmente pode ser surfada. Aqui a altura da parede (face) é medida desde o pico até a base.

Tendo em mente que o bottom-turn é o ponto mais baixo da face da onda, a hipótese Surfable Wave Face considera 2/3 do Método Bascom como a área onde os surfistas devem realizar suas manobras quase até o nível do mar.

Em conclusão: uma onda de dois metros (6,5 pés) medida com o Método Bascom corresponde a uma onda de um metro na escala havaiana (3,2 pés) e uma onda de 1,3 metros (4,2 pés) usando o sistema de escala da face.

Assim, parece que a aplicação lógica da escala da face traz o melhor dos métodos em um sistema equilibrado e globalmente aceito de medição de ondas para o surf.

Métodos tradicionais de medição de ondas

O método tradicional para determinar a altura da onda é usando o corpo como referência; neste caso as expressões “altura da cabeça”, “altura do peito” ou “altura da cintura” são usadas para definir a altura da onda.

Porém, é importante destacar que este sistema de medição não é muito confiável, pois cada pessoa tem uma altura diferente. No entanto, pode ser útil como referência para as ondas que estão sendo surfadas.

Quando você está começando a surfar, não é tão importante saber exatamente a altura da onda, pois nessa etapa as ondas pequenas devem ser seu foco. A dica é seguir as técnicas corretamente e depois ir progressivamente à procura de ondas maiores.

Dicas para iniciantes no surf

Caso você seja iniciante, suas primeiras experiências na água podem ser bastante intimidantes. Não só por você estar em um novo ambiente, mas também por haver outros surfistas ao seu redor, com diferentes níveis de habilidade. E, certamente, eles vão querer pegar as mesmas ondas que você.

Mas, nem sempre é fácil identificar quais ondas você pode pegar e quais não são indicadas. Por isso é importante saber fazer a medição. Ler as ondas pode ser considerado uma arte.

À medida que você progride de iniciante para um surfista intermediário e logo depois alcance um nível avançado, sua capacidade de medir e antecipar as ondas aumentará.

Mas saiba que isso não é algo que você dominará rapidamente. Essa leitura das ondas vem principalmente da experiência de muitos anos de surf. Afinal, nada pode substituir a prática. Quanto mais tempo você passa na água, mais ondas você pega e melhor você será nisso.

O surf pode ser uma das experiências mais agradáveis ​​da sua vida, mas você precisa ser honesto consigo mesmo e com sua capacidade. Como este esporte é praticado no mar, pode se tornar bastante perigoso se você estiver em águas com as quais se sente desconfortável.

Portanto, a dica é sempre procurar as melhores condições para surfar com segurança. ‍É importante também escolher os pontos de surf adequados para o seu nível.

Alguns pontos têm ondas poderosas, que quebram rapidamente e com muita força, sendo ideais para surfistas em um nível avançado. Enquanto outros pontos oferecem ondas menores e mais suaves.

O tipo de onda depende tanto do local de surf quanto das condições específicas do clima naquele dia. Mas, para um iniciante escolher o local ideal para surfar e ainda fazer as medições da forma certa pode ser complicado.

Se você está surfando em uma prancha grande e pesada, lembre-se que pode ferir gravemente outro surfista se acertar na cabeça, principalmente quando o local do surf está muito cheio. Na verdade, você mesmo pode se ferir com um movimento brusco da sua própria prancha. Então, tenha cuidado!

Conclusão sobre medição de ondas

Agora que você já conhece os métodos mais usados para medir as ondas no surf, escolha o que preferir e faça um teste, ou simplesmente teste os três métodos para entender na prática como a medição funciona.

Para sua segurança, o melhor é surfar com um amigo experiente ou instrutor de surf em suas primeiras sessões. Na maioria dos casos, surfistas experientes são capazes de dizer se você fez algo errado e poderão lhe orientar.

Selecione o Idioma

Sign In

Register

Reset Password

Please enter your username or email address, you will receive a link to create a new password via email.